31 maio 2009


Acho que demorei a valorizar o Travis como deveria. O fato é que costumava baixar músicas avulsas, mas nunca havia parado para escutar um álbum completo. Até que decidi ir baixando a discografia completa. Comecei claro, com Good Feeling e confesso que desanimei e cheguei a pensar em desistir de fazer os downloads, mas felizmente não parei por ai. O desânimo com Good Feeling reside no tom poser e transgressor panfletário do álbum. Em The Man Who acho que faltou força no todo. The Invisible Band é bom, mas nada que salte aos olhos. 12 Memories acabei nem baixando e na sequência com The Boy With No Name acabei me apaixonando. Desde a sonoridade nem muito, nem pouco até a boa produção sonora do disco. Como se não bastasse ele está recheado de letras que me tocam de uma forma bem particular e me remetem a Londres. De fato é o álbum que mais me cativa de toda a trajetória da banda. Falta agora conseguir fazer o download de Ode to J Smith, o mais recente, para ver se mudarei de opinião. 


01 3 Times And You Lose 02 Selfish Jean 03 Closer 04 Big Chair 05 Battleships
06 Eyes Wide Open 07 My Eyes 08 One Night 09 Out In Space 10 Colder 11 New Amsterdam 12 Perfect Heaven Space 13 Say Hello 14 Bonus Under The Moonlight (ft KT Tunstall)



Travis - The Boy With No Name [compre]
Lançado: 2007
Origem: Glasgow, Escócia
Idioma: Inglês 
Estilo: Pop-Rock, Indie, Britpop


Para quem gosta de: Oasis, Coldplay, Snow Patrol




Com influências que vão desde Pixes a Iggy Pop and Stooges, a banda British Sea Power acabou de lançar mais um álbum! Ele se chama Man Of Aran e é a trilha sonora do BSP para o documentário homônimo de Robert J. Flaherty de 1934, que ainda não assisti. Também não tive tempo de ouvir o álbum, mas este post ainda não é sobre Man of Aran, e sim sobre um dos discos mais subestimados do ano passado.

Do You Like Rock Music?, terceiro disco de estúdio da banda, foi ignorado tanto pelas listas da mídia especializada, quanto por nós do ENM. Na verdade, ele está há meses abandonado em nossa conta, esperando para ser postado, mas sempre substituído por outro álbum. Falha nossa.

Mas o que faz Do You Like Rock Music? tão especial e digno de ser postado depois de mais de um ano desde seu lançamento? A resposta não é tão difícil. O álbum carrega consigo a magia dos discos conceituais. Ao ouvi-lo, somos levados sem esforço à uma aventura marítima atemporal, como um soldado à guerra e conquista do desconhecido, até que a morte nos cale. Em quase um contraste barroco, o British Sea Power celebra, cheio de ironia, o seu destino apocalíptico. O álbum é na verdade uma grande celebração. Se o enredo não é o bastante, a sonoridade de Do You Like Rock Music? vem como um dos seus pontos mais fortes. A intromissão de violinos deixa a música com um ar mais sinfónico, como dá para perceber na música No Lucifer. Ela é robusta, cheia de texturas e ruídos, às vezes, quase oníricos, dentro de uma linguagem extremamente pop, só acrescentando mais vigor e energia ao épico. A impressão que se tem é a de que o British Sea Power conseguiu dar um novo fôlego e uma nova cor ao bom e velho britpop.



01 All In It 02 Lights Out For Darkier Skies 03 No Lucifer 04 Waving Flags 05 Canvey Island 06 Down On The Ground 07 A Trip Out 08 The Great Skua 09 Atom 10 No Need To Cry 11 Open The Door 12 We Close Our Eyes 

British Sea Power - Do You Like Rock Music? [compre]

Lançado: Jan, 2008
Origem: Brighton, Inglaterra
Idioma: Inglês
Estilo: Indie pop / Chamber pop / Art rock

Para quem gosta de: Doves / Arcade Fire / Blur


MySpace - Letras

P.S.: Escute no MySpace a versão de A Forest do The Cure que eles fizeram! Sensacional!

27 maio 2009

Sabe quando você ouve falar de uma banda, mas não dá a menor bola para ela? Sendo que meses depois, quando você ouve o som com calma e vontade, acaba se arrependendo de não ter ouvido antes? Pois bem. Foi isso que aconteceu comigo. Uma noite inteira jogando sinuca à base de suco de maçã, café e muita música me fez dar uma chance ao sexteto vindo de lugar nenhum.

A banda Garotas Suecas surgiu em 2005 e é formada por Guilherme Saldanha (Voz & Gaita), Tomaz Paoliello (Guitarra & Voz), Irina Bertolucci (Teclado, Harmonium & Pandeirola), Perdido (Baixo & Voz), Sesa (Guitarra) e Nico Paoliello (Bateria & Voz). Eles começaram a ganhar destaque ano passado após ganharem o prêmio de "Aposta mtv", mas confesso que não me empolguei muito com o título implícito de "nova bandinha cool da mtv", e acabei deixando para lá. Mas depois de ouvir o CD inteiro umas 4 vezes seguidas, percebi que o som não era ruim como pensei e acabei me rendendo. Não consigo mais parar de ouvir!

O som deles é uma coisa bem Jovem Guarda com Rock'n Roll dos anos 70. As influências vão desde Roberto Carlos a Rolling Stones, e parece que essa mistura já conquistou o público e a crítica do exterior. Eles fizeram alguns shows pelos EUA, e foram só elogios.


O primeiro CD deles, é o Difícil de Domar, que conta com 8 faixas. Todas seguindo a mesma linha de Rock + Jovem Guarda, como dá para perceber na baladinha romântica Ninguém te ama como eu. Já o "Dinossauros", que foi lançado a pouco tempo, não é muito diferente do primeiro quanto ao estilo e as influências, mas dá para perceber que teve uma boa melhora na sonoridade devido ao maior destaque que deram a elementos como tambores e percussão. O que ao meu ver, deixaram as músicas mais empolgantes, como é o caso de Bugalu, a primeira faixa do disco.

Então, esquecendo totalmente meu desprezo inicial, acho que eles são uma banda bacana e uma boa pedida para os próximos festivais que vão rolar aqui em Natal no fim do ano. Fica aqui minha dica. =)

Ouçam, comprovem ou discordem.


Difícil de domar
01 Acho Que Estou Me Tornando Um Zumbi 02 Bacana, Bacana 03 Corina 04 Difícil de Domar 05 Efervescente 06 Mademoiselle 07 Ninguém Te Ama como Eu 08 Não Espere Por Mim



Dinossauros
01 Bugalu 02 Codinome Dinamite 03 Eu 04 Ghostwriter 05 Senhor Sabe tudo



Lançado: 2008/2009
Origem: São Paulo-SP, Brasil
Idioma: Português
Estilo: Rock / Garagem / Indie
Para quem gosta de: Rolling Stones / Roberto Carlos / Mutantes / Forgotten Boys

15 maio 2009

Estou estreando aqui no ENM e resolvi começar mostrando uma banda que descobri no fim de 2007 durante minhas pesquisas musicais pelo youtube. “Partículas atômicas com crise de identidade”, assim são definidos os integrantes da banda SUPERCORDAS. Uma banda de folk rock psicodélico (será que existe?) que surgiu em meados de 2003 e que desde aí só recebe elogios.



O primeiro EP deles foi o A pior das alergias: uma coleção de fatores cancerígenos, e como eles não são bobos nem nada, em 2005 lançaram pela internet o EP Satélites no bar. Em 2006 foi lançado o single Ruradélica, que contava com três faixas: Ruradélica, 3000 folhas e Ricochete. No mesmo ano eles ganharam o concurso No Capricho - organizado pela revista Capricho e com apoio da Trama Virtual - e como prêmio puderam gravar algumas músicas nos estúdios da TRAMA. Assim surgiu o primeiro LP da Supercordas intitulado de Seres Verdes ao Redor (música para samambaias, animais rastejantes e anfíbios marcianos).


Músicas como E o Sol Brilhou Sobre o Verde, Musgo e Mangue, fazem qualquer um que ouvir se sentir calmo em meio ao barulho arranhado dos seus amplificadores, violas, teclados e das suas vozes sussurradas.


Em A Charneca e Ricochete você pode perceber o gosto que os rapazes têm por sapos, brejos e campos verdes. Talvez seja por isso que sempre que escuto me imagino com botas, um chapéu bonito de palha e com um pedacinho de capim no canto da boca sentada em uma cadeira na varanda. Mas isso é apenas o que eu imagino quando escuto.


Já a primeira música que ouvi dos caras foi 3.000 folhas. O clipe (não oficial) com o carinha fumando debaixo d’água me chamou atenção. É uma baladinha mais romântica que não fala de brejos ou sol que alimenta folhas. Fala de sonhos e quem sabe até amor, mas nunca esquecendo as origens. (E agora o que restou? Sonhos nublados, e a gravura dos teus olhos de nuvem).


Eles não são conhecidos pela maioria, como muitas outras bandas, mas já fizeram turnê pelo Sul, Sudeste e Nordeste (e nada de RN), além de já terem tocado ao lado da Fernanda Takai e aparecido em alguns programas do Multishow e MTV.


Os caras já disponibilizaram a música Mágica, que estará no novo CD “A Mágica Deriva dos Elefantes”, que está em fase de pré-produção e pretende ficar pronto lá para o fim de 2009. O que nos resta então é esperar que eles apareçam em algum festival (de preferência no Nordeste) e que saiam do brejo sem ser esmagados por aí.




1. E o sol brilhou sobre o verde 2. A charneca 3. Ruradélica 4. 3.000 folhas 5. Mofo 6. sobre o frio 7. Ricochete 8. Musgo 9. frog rock 10. sobre o calor 11. Mangue 12. fotossíntese


Supercordas - Seres Verdes ao Redor

Lançado: 2007
Origem: Brasil
Idioma: Português
Estilo: Folk / Rock / Psicodélico
Tamanho: 36,96 mb
Para quem gosta de: Bonifrate / Mutantes





MySpace

13 maio 2009

"Entrega de mensagens via beijo. Arranjado por alguém para surprender um outro em ocasião especial". É isso que quer dizer Kissogram.

Pra falar a verdade não faço a minima ideia se o nome da banda tem alguma relação com isso. Porém vamos as coisas sabidas. O Kissogram é uma banda de Berlin (Alemanha), que usa elementos de blues, funk e discoelectro nas suas musicas, formada por Jonas Poppe, Sebastian Dassé e Joe Dilworth. Quando ouvi pela primeira vez senti um pouco de Eletric Six neles, depois vi um pouco de Franz, falo particularmente de Lucy, setima faixa do novo trabalho deles o Rubber & Meat. E por falar em Franz Ferdinand, o Kissogram atualmente esta em turnê exatamente com eles.

Em uma comparação rapida do trabalho anterior com o atual, prefiro o atual, estão mais dançantes e no anterior,
Nothing, Sir!, há uma certa melancolia. Lá em baixo vocês veram o clipe de Cool Kids Can't Die do album The Secret Life of Captain Ferber, álbum que eu não tive a sorte de encontrar ainda. E falando em albuns vi que eles lançam álbuns seguidos, na contagem que fiz somei 11 albuns, sendo alguns lançados no mesmo ano, estranho isso ou seriam eles muito criativos. Como não achei os outros álbuns não posso afirmar com certeza. Mas falando do que é atual, o Rubber & Meat, diria que as faixas Lucy, Rubber & Meat, Grass Grass Grass e the Deserter se destacam muito bem e no todo é o Rubber & Meat é muito bom. Agora sem mais delongas provem, aprovem ou não =], Kissogram!!



01. Switching On The Machines 02. The Deserter 03. Rubber and Meat 04. Tonight I'll Go Out Alone 05. Prominet Man 06. Grass Grass Grass 07. Lucy 08. Bucharest 09. Nocturne No. 27 10. Messiah 11. Backseat Of My Mind 12. Don't Look At Me Like This

Kissogram - Rubber & Meat [compre]
Lançado: 2009
Origem: Berlin, Alemanha
Estilo: Electronic / Synthpop / Electroclash / Electropop 
Para quem gosta de:
Jeans Team / Saalschutz / Phanton/Ghost



MySpace

02 maio 2009


A banda Ramirez já vem se destacando há algum tempo pelo cenário do underground nacional. Tá bom, uma música na Malhação - eu li isso em algum lugar, mas não sei qual foi a música, não sei qual foi o ano. Isso não faz uma banda qualquer continuar tão anônima quanto era, mas quem liga? Eles são frequentemente comparados aos Los Hermanos, mas eu não vejo semelhança nenhuma entre eles. As músicas da banda são influenciadas claramente pela jovem guarda, com a influência marcante de Roberto Carlos, misturada a Beatles e Weezer.

Depois do primeiro CD, Ramirez, lançado em 2005, a banda lançou no final do ano passado o novo álbum chamado Desembarque. Assim como no primeiro, esse último continua com letras falando sobre amor – e as desilusões causadas por ele – e o “mundo jovem”. Por outro lado eu achei a batida dele mais pesada que a do outro – eu tenho a impressão que o primeiro tem mais baladinhas, mas enfim...

O primeiro single desse disco é Sophia, mas eu indico (só porque eu gosto mesmo) Countrycore e Em Roma e Lyon, também.

Escutem! \o/






Ramirez - Desembarque
Lançado: 2008
Origem:
Brasil
Estilo:
Power pop

Para quem gosta de:
Forfun / Weezer






01 Não Sou Um Só 02 Aproveitar O Que Perdi 03 Desfile de Motivos 04 Bem Quiser 05 Sophia 06 Contrycore 07 Em Roma e Lyon 08 Desenhos 09 Você Foi Longe Demais 10 O Melhor Do Que Há Pra Nós 11 Frustrações Infantis



MySpace
 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff