The Hives - Lex Hives [2012]


Antes de começar a falar do novo álbum do The Hives, gostaria de fazer um breve comentário sobre a Suécia: a Suécia é um país com a população de aproximadamente 9,5 milhões, e com uma presença essencial no cenário atual da música independente. Feito esse comentário, eu me pergunto: por que o The Hives simplesmente não honrou essa tradição sueca e teve que lançar esse álbum? (haha, exagero da minha parte).

O Lex Hives, foi lançado há exatamente uma semana, dia 06 de junho, depois de 5 anos sem lançar um álbum de estúdio. Esperava-se que o sucessor do The Black and White Album fosse algo fenomenal, mas, mesmo os quase cegos pela música sueca (eu), podem se enganar.

A primeira faixa é Come On, é estigante ouvir "come on" 50 vezes seguidas ao vivo, mas em casa não funciona, só consegui fazer isso uma única vez, quando fui ouvir o álbum pela segunda vez comecei da segunda música.

Go Right Ahead é um sopro de esperança, poderia facilmente ser encaixada em qualquer um dos trabalhos anteriores do quinteto sueco, e usa uma técnica que agrada a quem está ouvindo a música pela primeira vez: refrão com o mesmo título da música, você sabe o que está cantando. Mas ainda assim, sofre do mesmo problema da maioria das faixas do álbum: ser repetitiva (não sei se a frase que mais ouvi nesse álbum foi Come On, Wait a Minute Now ou Go Right Ahead).

Os destaques do álbum ficam para These Spectacles Reveal the Nostalgics, que é a faixa mais elaborada do álbum, If I Had a Cent, é uma ótima faixa, lamento muito ter apenas 2 minutos :( e Go Right Ahead, apesar de repetitiva é bem bacaninha, e consegue se sobressair se usar como parâmetro o resto do álbum, dê play no clipe logo abaixo.


Em faixas como Without the Money e My Time is Coming eles perdem um pouco o vapor, e até tentam uma baladinha, mas não ~sinto o feeling~ em momento algum.

Um dos principais motivos que pode ter prejudicado em overall a qualidade do álbum é que durante os 2 anos que passaram gravando, eles o fizeram em diversos estúdios diferentes, e com uma equipe de engenheiros de opiniões diferentes.

A versão deluxe do Lex Hives conta com duas faixas produzidas pelo Josh Homme (Queens of the Stone Age, Them Crooked Vultures, Eagles of Death Metal): High School Shuffle e Insane (que você pode ouvir aqui), e possuem uma atmosfera um pouco diferente do álbum, mas ainda assim não foram capazes de salvá-lo.


Lex Hives é um álbum bem curto, de músicas de no máximo 4 minutos, que você escuta super empolgado da primeira vez (afinal foram 5 anos de espera), escuta a segunda vez para ter certeza da sua opinião sobre ele, e das próximas vezes você só vai escutar quando seu player estiver no modo aleatório.



The Hives - Lex Hives
Lançamento: Junho de 2012
Origem: Fagersta / Suécia
Estilo: Garage Rock, Indie Rock
Selo: Disque Hives
Para quem gosta de: The Vines, Eagles of Death Metal, The Libertines