Nova música do MUSE: Opa, eu ouvi um dubstep!


Pouco depois de ser anunciado o lançamento do novo disco do Muse (será em Setembro deste ano), espalharam-se os rumores de que o 2nd Law seria um álbum todo trabalhado no dubstep. O boato deixou os fãs indignados por um tempo até que foi ~desmentido~ pelo baixista: "Eu achei muito engraçado a coisa dubstep, porque há talvez duas faixas [no álbum] que têm algo assim. Foi engraçado ver o pânico do público: 'O Muse se transformou em uma banda de dubstep' ", disse Chris Wolstenholme à revista MTV gringa.

Eis que caiu ontem na rede a faixa Unsusteinable, penúltima música do novo CD com uma base... adivinha como?! DDDUB-STEP



Apesar disso, quem conhece bem o Muse, sabe que é comum nos discos da banda introduções e interlúdios com um arranjo mais épico e, considerando a declaração do Chris, dá pra acreditar que a faixa realmente não define a linha padrão do disco. Se for o caso, haters gonna hate MESMO. #Oremos

Especulações a parte, a Unsusteinable é a segunda música do novo disco a chegar mais cedo aos ouvidos do público, mas não é considerada um novo single. Ela foi liberada para os compradores da pré-venda e logo se espalhou pela web. Um novo single deve ser lançado no próximo dia 20. Por enquanto, de single oficial temos a música Survival, que foi divulgada no fim de Junho como parte oficial da trilha sonora das Olimpíadas de Londres 2012 e ganhou um vídeo muito bacana por isso.



"A música é sobre convicção total e determinação pura para vencer", disse Mattew Bellamy, frontman do Muse, que também afirmou estar muito honrado em produzir uma música especificamente para as Olimpíadas.

Eu gostei muito de Survival. Tanto que não paro de ouvir. Teve gente falando que o Muse virou um "Queen moderninho", o que, ouvindo essa música, faz até sentido (reparem no coro e no gritinho do Matt no final). Mas ainda é cedo pra falar qualquer coisa. Entre críticas e elogios, devemos sempre lembrar que o Muse faz e sempre fez um rock experimental, e que até um dubstep pode ser usado com muita sabedoria nas mãos do Matt. Só esperamos que a essência do grupo não se perca no processo. O último disco, Resistance, foi muito fraquinho perto de tudo que os caras já fizeram, esperamos que esse novo CD seja realmente bom.
Compartilhe no Google Plus

About Daniel Herrera

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment